Guia do travesseiro ideal: descubra como escolher o seu



Aqui no Qual o Melhor Colchão, falamos com frequência quais são os colchões que melhor se adequam ao seu perfil e bolso, claro. Mas, nesse post-guia, queremos que conheça o que você precisa saber para escolher bem o seu travesseiro.



Qual é o melhor tipo de travesseiro para você?

Sabemos que o sono não é só uma coisa prazerosa, mas uma questão de saúde. Sem uma boa noite de descanso, ficamos debilitados e o organismo pode ficar comprometido. Dito isso, médicos e especialistas recomendam a busca pelo tipo de travesseiro certo para que você tenha um sono de qualidade. Mas, você sabe qual é o seu tipo de travesseiro ideal? Bem, em primeiro lugar, você tem de saber como é sua posição durante o sono. Confira abaixo:



Barriga para cima

Se você dorme assim, procure comprar um travesseiro baixo ou de altura média, cuidando sempre para que o seu pescoço e coluna não fiquem tortos. Eles devem estar alinhados com o colchão, de preferência.





Barriga para baixo

Neste caso, vá atrás dos travesseiros de altura média, sempre procurando se encaixar nele de forma reta, em um ângulo de 90º. Evite a inclinação para cima ou para baixo.






Outras dicas importantes

Dê atenção especial não apenas à altura do travesseiro. Saiba até o prazo de validade do produto. Nunca compre algo que tenha mais de dois anos de fabricação, pois os materiais vão perdendo eficiência com o tempo. Logo, a troca do seu travesseiro deve ser a cada dois anos. Esqueça aquele seu travesseirinho preferido da infância. Jogue fora!


Para saber qual a melhor hora de trocar de travesseiro, uma dica: dobre-o ao meio. Quanto mais difícil de dobrá-lo, mais rápido ele voltará ao normal. Se o travesseiro demorar ou não se desdobrar, pode correr para a loja de sono mais próxima.



Cuidado com alergias e doenças respiratórias

O sono bem feito tem de estar com tudo em dia, inclusive o seu travesseiro. Fique atento para suas alergias e doenças respiratórias. Compre travesseiros hipoalergênicos, com proteção anti-ácaros ou antimicrobial, encontrados em travesseiros feitos de viscoelástico ou látex natural.


Para  casos de apneia do sono, tenha travesseiros  mais altos, mantendo o queixo elevado, e as vias respiratórias desobstruídas.



Conheça os tipos de travesseiro


Plumas ou penas de ganso

São os travesseiros mais caros do mercado. Alguns garantem que duram até 10 anos, indo contra a validade média de dois anos. É macio, maleável, leve, tem boa circulação de ar, evitando que fiquem quentes. Fique atento com este tipo de travesseiro, pois se não houver alguma proteção contra fungos e bactérias, podem ser um ambiente ideal para a proliferação de germes.



Espuma de látex

É um tipo de travesseiro cuja principal característica é ter a espuma perfurada, favorecendo a circulação de ar, evitando microorganismos e ficando em temperatura agradável.



Espuma de poliuretano ou espuma compacta

São travesseiros de material firme, suporta bem o peso da cabeça. É ideal para quem dorme de lado. Um cuidado especial: por ser feito de um material inflamável, o poliuretano, esse tipo de travesseiro pode afetar a tireoide com a exposição direta ao material.


Espuma viscoelástica

Esse é um dos mais famosos no mercado. É conhecido como “travesseiro da NASA”, com espuma automoldável e termossensível, que se adapta ao contorno e à temperatura da cabeça, ajudando na circulação sanguínea. O ponto chave aqui é saber quem realmente fabrica esse modelo de forma honesta, pois há muitas marcas que fingem ser o travesseiro da Nasa, afirmando ser de espuma viscoelástica mas, na verdade é só espuma comum.



Flocos de espuma

É feito de espuma comum, dessas que se vê em estofamentos. Essa espuma é picotada em flocos, o que pode melhorar a circulação de ar, mas tem a desvantagem dos flocos se espalharem pelo travesseiro de forma não-uniforme, deixando cabeça e pescoço desalinhados.



Microfibra (poliéster)

Feito de material leve e flexível, o travesseiro de microfibra gera conforto para quem não quer travesseiros de materiais mais densos e pesados. A maior desvantagem é aquecer muito, seja pela temperatura ambiente ou pela transferência de calor do corpo.



Espuma com molas (sim, eles existem)

Sempre falamos de colchões com molas, mas travesseiros é meio novo, não acham? É um tipo de travesseiro feito de espuma e molas, mais firme em toda a superfície, sem deformar. Recomendado para pessoas com alergia a ácaros e poeira, pois possui defesas antiácaros, fungos e bactérias.

Então, agora que você já sabe todos os tipos de travesseiro do mercado e os benefícios e caracterísiticas de cada um, visite uma loja para experimentá-los e escolher seu novo companheiro de todas as noites... Bons sonhos!

142 visualizações

Colchões

Outros reviews

Box de colchão

Travesseiros

Destaques

  • Instagram

© 2020 por Qual O Melhor Colchão