Mitos e verdades sobre o colchão ortopédico

Será que o colchão ortopédico pode ajudar pessoas que têm problemas de coluna? Garanto que você já fez essa pergunta antes. Não é só você que desconfia dos benefícios desse tipo de produto. Afinal, o que mais existe são explicações mal dadas sobre o colchão ortopédico. Se você quer entender de vez o que é verdade e o que é mentira, confira as informações que selecionamos para você.


O que é o colchão ortopédico?

Para deixar claro, a diferença do colchão ortopédico está na sustentação. Ele é feito de um material que cede com a pressão do corpo, mas apenas o suficiente para manter a coluna reta. Por isso, é bastante procurado por quem sente dores nas costas e nas articulações. No entanto, pode ser usado por qualquer pessoa.


Como ele é feito?

Os colchões ortopédicos podem ser produzidos a partir de dois tipos de estruturas principais, as caixas de madeira ou os compostos de espuma. Nos dois casos, ocorrem uma mistura com outros materiais que ajudam a manter a firmeza sem perder o conforto. Você pode encontrar colchões ortopédicos com molas, látex e viscoelástico.


Todo colchão ortopédico é duro?

Muita gente associa esse produto àqueles super duros que eram comuns em casas de tias e vós de antigamente. Mas hoje em dia essa realidade mudou bastante. Grande parte dos modelos estão sendo produzidos com matérias-primas que se moldam ao corpo e, por isso, são mais agradáveis ao toque.


O colchão ortopédico pode me curar?

É preciso tomar muito cuidado com essas afirmações. Um colchão ortopédico jamais terá o poder de curar alguém. Na verdade, ele pode ser usado como um auxiliar na redução de dores nas costas e articulações. Mesmo assim é importante lembrar que esse produto não dispensa os tratamentos tradicionais. Além disso, é preciso buscar um especialista para saber se o colchão ortopédico realmente é uma opção para você.



37 visualizações

Colchões

Outros reviews

Box de colchão

Travesseiros

Destaques

  • Instagram

© 2020 por Qual O Melhor Colchão